(16) 3826-3000
(16) 9.9995-9011
Home / Agronegócio / Mercado de cana investe em caminhões autônomos
cana1

Mercado de cana investe em caminhões autônomos

 

Os caminhões autônomos ou semiautônomos, dirigidos quase sem interferência do motorista, já são uma realidade nas lavouras de cana do Brasil e estão em exibição na Pista de Caminhões Autônomos da Agrishow 2022. 

Quando o motorista dirige manualmente, é impossível que os veículos não se desviem pelo menos um pouco da rota (no caso, as carreiras de cana), já que ele não enxerga a carreira embaixo do veículo. Com a automação, o caminhão segue exatamente a rota pré-estabelecida. Além de evitar o pisoteamento das plantas, garantindo aproveitamento total do plantio à colheita, os veículos ainda podem fazer aplicações localizadas (somente onde há necessidade de pulverização, por exemplo). 

A parceria Mercedes Benz–Grunner trouxe para a feira três modelos semiautônomos, com funções diferentes: transbordo (que recolhe a cana picada), o ASP (que aplica a vinhaça) e o ADS, que insere todos os insumos sólidos na terra. A expectativa da Mercedes, que produziu e comercializou cerca de 350 equipamentos no ano passado, é ampliar a produção dos veículos para 470, na safra 23/24. 

A Scania disponibiliza o modelo P 280 8×4, destinado ao transbordo da cana. A automação também é nível 2: recebendo sinal de satélite, o veículo opera sozinho no trajeto pré-estabelecido, e o motorista, que vai na cabine interfere em poucos casos, como no momento de mudar de carreira. 

Por sua vez, o Grupo AIZ, também presente na Agrishow, já avançou para o nível 3. Os veículos projetados pela empresa podem ser operados remotamente, de qualquer lugar, e sem motorista na cabine. Isso porque, além de preparar um caminhão (no caso deles, de qualquer marca que o cliente escolher) com os implementos necessários para a lavoura da cana, eles equipam o veículo com a tecnologia necessária para o nível 2 (GPS) e depois para o nível 3 (fabricam um posto de controle, que pode ser instalado em qualquer lugar). E quando não há sinal de satélite ou internet no local, a empresa faz a rede.

Esta notícia foi lida 73 vezes!

Autor redacao

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*


Popups Powered By : XYZScripts.com