(16) 3826-3000
(16) 9.9995-9011
Home / Brasil / Brasil tem 182 casos suspeitos de coronavirus
Coronavirus6

Brasil tem 182 casos suspeitos de coronavirus

A confirmação da presença do coronavírus em todos os continentes está causando preocupação sobre a capacidade de reação global à doença. O vírus que surgiu na China no fim do ano passado já chegou a cerca de 50 países e soma 3 mil mortes e mais de 80 mil infectados. O Brasil confirmou o seu primeiro caso nesta semana, em São Paulo, e investiga 132 casos suspeitos, que podem chegar a 300 novos pacientes.

 

Apesar de ter uma grande capacidade de contágio, a letalidade do coronavírus não é considerada alta e, segundo o Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde (OMS), não há motivo para pânico. Os sintomas da infecção podem se assemelhar a uma gripe comum na maioria das pessoas e, para evitar a propagação do vírus, os órgãos recomendam medidas de higiene simples, como lavar as mãos regularmente e usar álcool em gel. Confira aqui respostas para perguntas frequentes sobre o assunto.

 

Abaixo, confira as novas informações sobre o coronavírus, segundo o Ministério da Saúde:

 

ACOMPANHE AO VIVO

  • 16h34

    28/02/2020 Casos suspeitos de coronavírus no Sudeste

     

    Espírito Santo: 1

    Minas Gerais: 17

    Rio de Janeiro: 19

    São Paulo: 66 (com um confirmado)

  • 16h33

    28/02/2020 Casos suspeitos de coronavírus no Nordeste

     

    Alagoas: 1

    Bahia: 9

    Ceará: 6

    Paraíba: 1

    Pernambuco: 5

    Rio Grande do Norte: 3

  • 16h22

    28/02/2020 Coronavírus no Brasil

     

    O número de casos suspeitos de infecção pelo novo coronavírus, o Covid-19, no Brasil aumentou de 132 para 182, de acordo com plataforma do Ministério da Saúde atualizada às 16h10 desta sexta-feira, 28.

     

    O País segue com um caso confirmado, o de um homem de 61 anos na capital paulista que está em isolamento domiciliar. Das notificações suspeitas, 71 foram descartadas. A maioria dos casos suspeitos está em São Paulo (66), no Rio Grande do Sul (27) e em Minas Gerais (17).

     

    (Por Daniel Weterman e Felipe Frazão)

  • 16h08

    28/02/2020 Primeiro britânico morre por coronavírus

     

    Um homem tornou-se o primeiro cidadão britânico a morrer em decorrência do coronavírus. Ele era um dos passageiros a bordo do navio de cruzeiro Diamond Princess, que foi posto em quarentena no Japão. Leia mais aqui.

     

    Foto: Athit Perawongmetha/Reuters

    Foto: Athit Perawongmetha/Reuters

    Coronavírus interfere em produção do iPhone

     

    As restrições de viagem para a China por conta do coronavírus podem atrasar o lançamento do iPhone em 2020. Os meses de janeiro e fevereiro são normalmente usados pela Apple para acertar detalhes do aparelho com fabricantes no país, mas os trabalhos estão parados. Leia mais aqui.

     

    Foto: Ng Han Guan/AP

    Foto: Ng Han Guan/AP

  • 15h21

    28/02/2020 Coronavírus em São Paulo

     

    O número de casos suspeitos de infecção pelo novo coronavírus, o Covid-19, caiu de 85 para 66 no Estado de São Paulo, segundo balanço divulgado nesta sexta-feira, 28. Três parentes do empresário de 61 anos que foi o primeiro caso confirmado da doença no País estão entre os casos descartados. Leia mais aqui.

     

    Foto: Amanda Perobelli/Reuters

    Foto: Amanda Perobelli/Reuters

  • 15h02

    28/02/2020 Coronavírus e economia

     

    A epidemia do novo coronavírus fez com que o preço internacional do petróleo despencasse. Por conta disso, a Petrobrás reduziu o preço da gasolina em 4%. Leia mais.

     

    Foto: Sergio Moraes/Reuters

    Foto: Sergio Moraes/Reuters

  • 14h35

    28/02/2020 Coronavírus no Rio de Janeiro

     

    A Justiça do Estado do Rio autorizou o município de Paraty a manter em internação hospitalar um casal de franceses com suspeita de ter contraído coronavírus. A dupla chegou à cidade na segunda-feira, 24, e procurou atendimento ontem. Os dois tentaram deixar a unidade hospitalar, mas a Prefeitura acionou a Justiça solicitando internação compulsória, o que acabou sendo aceito. Leia mais.

     

    Foto: Felipe Mortara/Estadão

    Foto: Felipe Mortara/Estadão

  • 14h10

    28/02/2020 Blocos de carnaval são um risco?

     

    Em muitas cidades do País, o fim de semana ainda é de carnaval e blocos nas ruas. Mas, com a confirmação do primeiro caso do novo coronavírus no Brasil, surgiu o receio: é preciso evitar aglomerações ou dá para curtir a folia? Especialistas respondem.

     

    Foto: Hélvio Romero/Estadão

    Foto: Hélvio Romero/Estadão

  • 13h52

    28/02/2020 A Organização Mundial da Saúde elevou para “muito alto” o risco do coronavírus globalmente. Em entrevista coletiva em Genebra nesta sexta-feira, 28, o diretor-geral da entidade afirmou que tem visto epidemias de Covid-19 em vários países, “mas a maioria dos casos ainda pode ser rastreada a contatos conhecidos ou a clusters de casos”. Ele disse que ainda não há evidências de que o vírus está se espalhando livremente nas comunidades. Leia mais

     

    Foto: Wu Hong/EFE

    Wu Hong/EFE

  • 13h33

    28/02/2020 Como se proteger do coronavírus?

     

    Esfregar as mãos com sabão ou gel desinfetante durante 20 segundos é a forma mais eficiente de prevenir o contágio. Veja aqui como fazer uma boa higienização e outras formas de proteção.

    Estadão

  • 13h04

    28/02/2020 “Juntos, somos poderosos. A contingência começa com você. Nosso maior inimigo agora não é o coronavírus em si. É o medo, os boatos e o estigma. E nossas maiores vantagens são os fatos, a razão e a solidariedade”, afirmou Tedros.

     

  • 12h56

    28/02/2020 “O que temos visto no momento são epidemias de Covid19 em vários países, mas a maioria dos casos ainda pode ser rastreada a contatos conhecidos ou a clusters de casos. Não temos evidências, ainda, de que o vírus está se espalhando livremente nas comunidades”, afirmou Tedros, durante a coletiva.

     

    “Enquanto for este o caso, ainda temos a chance de conter o coronavírus

     

    “Se ações robustas forem tomadas para detectar os casos rapidamente, isolar e cuidar dos pacientes e rastrear os seus contatos”

     

  • 12h55

    28/02/2020 Segundo Tedros, tem havido progresso na busca por vacinas e tratamentos do coronavírus, mas não é necessário esperar por isso.

     

    “Há coisas que todo indivíduo pode fazer para se proteger”, disse. “O risco que você corre depende de onde você vive, sua idade e condições gerais de saúde. Todo mundo deve conhecer os sintomas. Para a maioria, começa com uma febre e tosse seca, não com nariz escorrendo. A maioria das pessoas vai ter uma doença leve e vai melhorar sem precisar de cuidado especial.”

     

    Ele ressalta que quem tem mais de 60 anos ou se tem condições específicas como doenças cardiovasculares, respiratórias e diabetes está em risco mais alto de desenvolver um quadro severo da doença. E recomenda que essas pessoas evitem aglomerações ou lugares onde podem interagir com indivíduos doentes.

  • 12h51

    28/02/2020 AGLOMERAÇÃO SEM RESTRIÇÃO

     

    São Paulo não terá restrições em locais de aglomeração por causa do coronavírus. “Em pontos de aglomeração e de transportes público – estações do Metrô e terminais de ônibus, por exemplo – devemos utilizar os mecanismos de comunicação”, afirma o governador João Doria.

     

    Coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus, David Uip afirma que não há indicação para uso de máscara de proteção ou distribuição de álcool em gel nesse locais. “Tão eficiente quanto álcool em gel é água e sabão”, diz.

Esta notícia foi lida 228 vezes!

Autor redacao

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*