(16) 3826-3000
(16) 9.9995-9011
Home / Brasil / Câmeras de monitoramento são instaladas em Ituverava
Cameras

Câmeras de monitoramento são instaladas em Ituverava

Sistema monitora entrada e saída da cidade, além de outros pontos; objetivo é reforçar a segurança pública


O secretário da Fazenda, Alberto de Faria Pereira, o delegado Márcio Barbosa Macedo, a prefeita Adriana Quireza Jacob Lima Machado e o comandante da 3º Cia. da Polícia Militar, capitão Helder Antônio de Paula, na Central de Monitoramento

Para garantir a segurança da comunidade, essencial para qualquer ambiente, e diminuir a onda de roubos e furtos em Ituverava, câmeras de monitoramento foram instaladas na cidade no ano passado, em diversos pontos estratégicos.
Para falar sobre o projeto que será muito útil para Ituverava, estiveram na redação da Tribuna de Ituverava, o comandante da 3º Cia. da Polícia Militar de Ituverava, capitão Helder Antônio de Paula, o subtenente Eugênio Luiz de Paula e o secretário da Fazenda, Alberto de Faria Pereira, que foram recebidos pelo diretor do jornal, José Luiz Alves Cassiano.
Segundo eles, a iniciativa é uma parceria entre a Prefeitura de Ituverava, responsável pela aquisição dos equipamentos através de recursos próprios, Polícia Militar, Conselho Municipal de Segurança, Associação Comercial, Polícia Civil, com o apoio do Ministério Público.
Investimento
São 57 câmeras distribuídas entre Ituverava, distrito de São Benedito da Cachoeirinha e bairro rural de Aparecida do Salto, em locais que dão acesso às entradas e saídas da cidade, bancos, comércio em geral, praças e principais ruas e avenidas.
Para a instalação do sistema, que inclui além das câmeras, duas motocicletas e três smartphones, o investimento foi de R$ 1 milhão, segundo o secretário da Fazenda, Alberto de Faria Pereira.
Central de Monitoramento
Os equipamentos, de última geração, são interligados a uma central de monitoramento operada e monitorada 24 horas por dia por militares, e além de ser uma importante ferramenta na segurança, permitem reduzir a criminalidade, fiscalizar e controlar o trânsito e coibir a ação de vândalos contra o patrimônio público e privado.
“Caso seja necessário, em um primeiro momento, poderá haver a contratação de civis para operar e monitorar as imagens, atendendo os requisitos necessários para o cargo. Mas, a ideia inicial é que o policial que vender suas horas de folga, atue no monitoramento para oferecer maior eficiência da função, devido a sua expertise operacional, em agir conforme a necessidade”, afirma o comandante da 3º Cia. da Polícia Militar de Ituverava, capitão Helder Antônio de Paula.
No que se refere ao monitoramento por vídeo, o policial detecta qual ação para a segurança da população do município. “A finalidade da implantação desse sistema é melhorar a segurança pública da cidade, combatendo a criminalidade, reduzindo o número de furtos e roubos no comércio e veículos, crimes contra a vida, controle de pessoas procuradas pela Justiça e preservação do patrimônio público”, destaca o comandante.

Monitoramento escolar
“Nas próximas fases do projeto, a ideia é implantar o monitoramento, próximo às escolas, para a manutenção da segurança dos alunos e estudo de vias públicas”, adianta.
As câmeras, segundo o capitão Helder, também permitem a fiscalização do trânsito, o que implica na identificação e autuação de autores de infrações em acidentes no trânsito, além da aplicação de multas, caso seja pertinente à situação.
“Também há em Ituverava uma demanda muito grande de segurança em praças públicas. Nossa ideia é estimular as famílias a voltarem a frequentar as praças públicas e, através do sistema de monitoramento, será possível evitar que esses locais se tornem ponto de usos de drogas ou aglomeração de pedintes, o que já vem acontecendo inclusive, pois os usuários sabem que estão sendo monitorados”, destaca o capitão.

Expansão

A próxima etapa do projeto, que segue em expansão, é ampliar a área de cobertura do sistema de monitoramento, levando a tecnologia para próximo de prédios escolares do município e zonal rural.
“A ideia é atender também à demanda dessa população, por isso estamos de portas abertas para receber os produtores rurais para discutir o assunto. Tanto a Polícia Militar, quanto a Poder Público compreendem que é uma política pública necessária, atender o ituveravense que reside em área rural ou o agricultor, cuja expectativa é assegurar a segurança da sua propriedade”.

Câmeras auxiliam a PM prender foragido da Justiça

A avaliação técnica do sistema apontou que a alta tecnologia empregada nos equipamentos se assemelha a utilizada nas maiores centrais de monitoramento do mundo, de acordo com comandante da PM. “A qualidade é fantástica. Com relação aos casos operacionais, com o apoio do sistema a PM já conseguiu solucionar casos de furtos a estabelecimentos comerciais, além de identificar pessoas foragidas”, enfatiza.
“No dia 16 de janeiro, se encontrava em São Benedito da Cachoeirinha se encontrava um cidadão do Rio de Janeiro, procurado pela polícia por homicídio. O sistema de câmeras identificou o suspeito e viu que ele estava fazendo uso do transporte coletivo, para transitar entre o distrito e Ituverava, o que permitiu que a polícia cumprisse o mandato de prisão e retirasse do convívio da sociedade, um indivíduo de alta periculosidade”, afirma o capitão Helder.

Impacto positivo

“Pelo feedback das audiências públicas e reuniões do Conseg, já é possível observar que os moradores notaram o impacto da implantação do sistema e estão se sentindo mais seguros, tendo consciência que todas a entradas que dão acesso à cidade estão sendo monitoradas, exatamente para garantir a segurança efetiva dos munícipes”.
“Fazendo uma análise superficial, também acredito que no decorrer dos próximos meses, haverá uma maior redução dos índices de criminalidade e nós estaremos acompanhando”, observa.
O policial destaca a importância da participação popular na iniciativa. “Todos os esforços que estão sendo dedicados ao sistema de monitoramento são voltados para assegurar a segurança do munícipe. Não há mudanças sem que os moradores acreditem no potencial da sua cidade, e que vivemos em um lugar maravilhoso, tranquilo e capaz de oferecer uma melhor qualidade de vida”, diz o comandante.
“As câmeras foram implantadas porque, obviamente, existe uma parcela mínima da população que ainda age fora da lei e para combater esse tipo de atitude, que põe em risco a sociedade, é necessário adotar algumas medidas. Esperamos que todos compreendam que o intuito é brindar o cidadão honesto, que acorda cedo todos os dias para trabalhar e educar seus filhos. Essa parcela da sociedade merece respeito e todo esse investimento na qualidade de vida, é em respeito a sua contribuição e impostos pagos”, observa.

Denúncia anônima

Mesmo com um o novo aliado da atividade policial, o comandante da PM, capitão Helder Antônio de Paula lembra que a contribuição da população, através de denúncias anônimas, continua sendo uma importante ferramenta para combater e solucionar crimes.
“Em 26 anos da carreira aprendi que, só há um ponto de tráfico perto de nossa casa se permitirmos. Portanto, é necessário deixar o ostracismo e buscar o protagonismo da segurança pública, conforme pede a Constituição, acreditando que a denúncia pode fazer a diferença e que a sua participação pode ser determinante para formar uma coletividade mais segura em Ituverava. É importante ressaltar que, em casos de denúncia anônimas, as fontes serão sempre preservadas e mantidas em sigilo”, completa o capitão Helder de Paula

Motocicletas serão utilizadas para auxiliar no trabalho

O subtenente da Polícia Militar Eugênio Luiz de Paula explica como as motocicletas serão utilizadas par auxiliar no trabalho de sistema de vídeo monitoramento. “Os policiais que estiveram trabalhando em conjunto com o projeto, em determinado momento serão designados para utilizar o equipamento para otimizar o policiamento”, explica.
“A parceria com a Prefeitura Municipal, através da Divisão Municipal de Trânsito continua aberta e se houver necessidade, o Poder Público já sinalizou de forma positiva a ampliação do patrulhamento com motocicletas”, diz o subtenente.

Investimento em segurança
Representando a prefeita Adriana Quireza Jacob Lima Machado, o secretário da Fazenda Alberto de Faria Pereira explica que o sistema de monitoramento foi implantando devido à necessidade de reforçar a segurança do cidadão. “É um projeto que já vinha sendo discutido há anos e, que agora, foi tirado do papel e viabilizado”, destaca.
“Inicialmente buscamos recursos para a execução e com o apoio da Policia Militar e do Ministério Público conseguimos instalar as câmeras em diversos pontos da cidade. É um investimento que simboliza a preocupação, a garantia de segurança e qualidade de vida aos ituveravenses e, também em respeito aos tributos e impostos pagos pela população”, completa o secretário Fazenda Alberto de Faria Pereira.

Esta notícia foi lida 67 vezes!

Autor redacao

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*