(16) 3826-3000
(16) 9.9995-9011
Home / Brasil / Menina que morreu com dengue hemorrágica sentia dor na barriga desde 1ª consulta, diz família
Dengue21

Menina que morreu com dengue hemorrágica sentia dor na barriga desde 1ª consulta, diz família

Criança de 8 anos foi atendida 3 vezes em unidades de São Simão e Ribeirão Preto antes de hemorragia se agravar e paciente ter parada cardíaca na quarta-feira (15).

Por EPTV 2

Família reclama de descaso no atendimento a menina morta com dengue hemorrágica

Familiares da menina que morreu por dengue hemorrágica em Ribeirão Preto (SP) afirmam que ela reclamou de dores na barriga desde o primeiro atendimento, no início desta semana.

Antes de o quadro se agravar e a hemorragia ser constatada, Maria Gabriela Quintino, de 8 anos, foi levada para três consultas diferentes, a primeira delas em um posto de saúde em São Simão (SP), cidade em que ela vivia com a mãe, e as outras duas na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Avenida Treze de Maio, em Ribeirão Preto.

No primeiro atendimento, sem diagnóstico de dengue, os médicos receitaram medicamentos para dor, febre, ânsia e vômito, além de um analgésico e soro nasal.

“Ela estava com muita dor abdominal e todo tempo reclamando, em todo tempo que ela estava lá ela estava reclamando”, afirma o pai, Leandro Quintino.

Maria Gabriela, de 8 anos, morreu por dengue hemorrágica em Ribeirão Preto (SP) — Foto: Reprodução/EPTV

A Secretaria Municipal de Saúde de São Simão confirmou que, na cidade, a paciente não foi diagnosticada com dengue.

Em nota, a Secretaria Municipal da Saúde de Ribeirão Preto informou que, até o momento, não há indício de negligência no atendimento.

Em entrevista coletiva, o secretário Sandro Scarpelini disse que os exames feitos pela equipe em Ribeirão Preto, nos dias 14 e 15, confirmaram a dengue, mas, até a criança piorar e ser levada pela segunda vez à UPA, o estado de saúde dela era considerado bom e o tratamento domiciliar foi indicado pela equipe.

O representante da pasta informou que investiga se a origem da doença foi em Ribeirão Preto ou São Simão.

 

Esta notícia foi lida 112 vezes!

Autor redacao

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*