(16) 3826-3000
(16) 9.9995-9011
Home / Brasil / Orlândia é o 173 º município mais desenvolvido em São Paulo
Orlândia6

Orlândia é o 173 º município mais desenvolvido em São Paulo

 

 

Orlândia é o 173 º município mais desenvolvido em São Paulo

Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal leva em conta Educação, Saúde e Emprego & Renda

É o que aponta o último levantamento do IFDM (Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal), divulgado na última semana.
Os dados, referentes ao ano de 2016, foram levantados pelo Sistema FIRJAN, que acompanha anualmente o desenvolvimento socioeconômico de todos os mais de 5 mil municípios brasileiros em três áreas de atuação: Educação, Saúde e Emprego & Renda. Criado em 2008, ele é desenvolvido, exclusivamente, com base em estatísticas públicas oficiais, disponibilizadas pelos ministérios do Trabalho, Educação e Saúde.

Com média acima de 0,8, Orlândia é considerada um município de alto desenvolvimento.

Buritizal obteve o melhor índice da microrregião de Franca. Apesar de ter pouco mais de 4 mil habitantes, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), foi Buritizal que obteve o título de cidade mais desenvolvida da microrregião no IFDM.
A cidade conquistou média de 0,81, com 0,89 em Educação; 0,90 em Saúde e 0,69 em Emprego & Renda.

Buritizal apresentou um índice de 0,81, um pouquinho a frente de Orlândia e ficou em 150º município mais desenvolvido do Estado, com 0,80, sendo o 173º município mais desenvolvido do Estado                                                                                            Jeriquara com 0,76, sendo o 301º município mais desenvolvido do Estado                                                                                                São Joaquim da Barra com 0,75, sendo o 364º município mais desenvolvido do Estado.
O município da microrregião com menor pontuação foi Guará, com média de 0,67. A cidade alcançou 0,87 em Educação; 0,74 em Saúde e apenas 0,38 em Emprego & Renda.
No levantamento, a gestão dos municípios do país foi classificada em desenvolvimento alto (acima de 0,8 ponto), moderado (entre 0,6001 e 0,8), regular (entre 0,4001 e 0,6) e baixo (inferior a 0,4 ponto).

Miguelópolis (0,70, sendo o 517° mais desenvolvido do Estado), Igarapava (0,68, sendo o 574º mais desenvolvido do Estado) e Guará (0,67, sendo o 601º mais desenvolvido do Estado).

Veja o ranking dos municípios da região

Buritizal

IFDM: 0,8111
Educação: 0,8994
Saúde: 0,9013
Emprego & Renda: 0,6325
Posição no Estado: 150
Posição no país: 330

Orlândia

IFDM: 0,8021
Educação: 0,9598
Saúde: 0,8246
Emprego & Renda: 0,6219
Posição no Estado: 173
Posição no país: 407

 

São Joaquim da Barra

IFDM: 0,7533
Educação: 0,9444
Saúde: 0,7210
Emprego & Renda: 0,5945
Posição no Estado: 364
Posição no país: 1103

Ituverava

IFDM: 0,7528
Educação: 0,8952
Saúde: 0,8954
Emprego & Renda: 0,4678
Posição no Estado: 367
Posição no país: 1117

 

Miguelópolis

IFDM: 0,7077
Educação: 0,8414
Saúde: 0,8328
Emprego & Renda: 0,4488
Posição no Estado: 517
Posição no país: 1973

Igarapava

IFDM: 0,6846
Educação: 0,8938
Saúde: 0,6945
Emprego & Renda: 0,4655
Posição no Estado: 574
Posição no país: 2473

Aramina

IFDM:0,7646
Educação: 0,9466
Saúde: 0,8707
Emprego & Renda: 0,4766
Posição no Estado: 310
Posição no país: 904

Guará

IFDM: 0,6704
Educação:0,8718
Saúde:0,7499
Emprego & Renda: 0,3894
Posição no Estado: 601
Posição no país: 2818

Franca está entre as cidades mais desenvolvidas do país

Franca é a 41ª cidade do país com maior desenvolvimento municipal, de acordo com ranking divulgado pelo Sistema Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro). No Estado de São Paulo, a cidade ocupa a 29ª posição.
Com base em dados oficiais de 2016, últimos disponíveis, o índice considera o indicador de emprego e renda, saúde e de educação básicas dos mais de 5 mil municípios brasileiros.
Louveira (SP) foi a cidade mais bem avaliada de todo o país (0,9006), com alto desenvolvimento em Saúde e Educação e moderado em Emprego e Renda. A pior no ranking é a cidade de Ipixuna (AM).
Mesmo com orçamento anual de R$ 787 milhões, quase quatro vezes menor que os R$ 2,99 bilhões de Ribeirão Preto, Franca ainda ultrapassa a cidade vizinha que está em 115º no ranking nacional e no 66º lugar no estadual.

 

 

Esta notícia foi lida 84 vezes!

Autor redacao

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*