(16) 3826-3000
(16) 9.9995-9011
Home / Brasil / Temporal recorde em São Paulo causa dezenas de alagamentos e fecha marginais
Chuvasp

Temporal recorde em São Paulo causa dezenas de alagamentos e fecha marginais

Os 114 milímetros de chuva em 24 horas representam a maior quantidade para o mês de fevereiro desde 1983. Efeitos foram sentidos em toda a capital e na região metropolitana com consequências severas no deslocamento do paulistano

Redação, O Estado de S.Paulo
SÃO PAULO – O temporal que atingiu São Paulo na madrugada desta segunda-feira, 10, somou 114 milímetros, o que, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), representa a 2.ª maior chuva para o mês de fevereiro em 37 anos – o volume só não é maior do que o registrado em 2 de fevereiro de 1983, quando chegou a 121,8 mm. O acumulado dos dez primeiros dias do mês já equivale a 96% do previsto para todo o mês. Os efeitos foram notados em todas as partes da capital e em cidades da região metropolitana, com deslizamentos e dezenas de alagamentos. Acompanhe a situação em tempo real.

Da meia-noite até 16h30, o Corpo de Bombeiros recebeu 7,6 mil chamados e as equipes se deslocaram para atender 932 ocorrências de enchentes, 166 desabamentos 182 casos relacionados a quedas de árvore. Os rios Tietê e Pinheiros transbordaram em diversos pontos, o que levou à interrupção do tráfego nas marginais, com consequências severas para o trânsito do centro expandido. Com alagamentos também dentro dos bairros, o deslocamento ao longo do dia ficou impraticável e a Prefeitura orientou o paulistano a não sair de casa. Consulte aqui os pontos de alagamentos na cidade.

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), afirmou que um comitê de crise está trabalhando para diminuir os estragos. “Para se ter noção, em três horas na cidade, em algumas regiões, choveu praticamente metade do esperado para todo mês de fevereiro”, disse. “O desastre teria sido muito maior se não tivesse sido o trabalho preventivo que a prefeitura fez ao longo dos últimos meses”, acrescentou.

Esta notícia foi lida 85 vezes!

Autor redacao

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*