(16) 3826-3000
(16) 9.9995-9011
Home / Ciência e Tecnologia / Brasileiro de grupo de elite na OMS diz que novas pandemias são inevitáveis: ‘é Darwin na veia’
Laboratório1

Brasileiro de grupo de elite na OMS diz que novas pandemias são inevitáveis: ‘é Darwin na veia’

Roberta Jansen, O Estado de S.Paulo

RIO – Ex-presidente da Fiocruz, o médico Carlos Morel é o único brasileiro a integrar um grupo de elite criado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). O colegiado tem como objetivo investigar as origens do Sars-CoV-2, vírus causador da covid-19, e criar diretrizes para identificar e prevenir o surgimento de patógenos capazes de deflagrar novas pandemias.

Os nomes dos 26 especialistas que integram o painel foram escolhidos após indicação de mais de 700 cientistas de todo o mundo e confirmados em 28 de outubro pela OMS. “O surgimento de novos vírus com o potencial de desencadear epidemias e pandemias é um fato da natureza”, diz Morel, ex-coordenador do Programa Especial para Pesquisa e Treinamento em Doenças Tropicais da OMS. “Apesar de o Sars-CoV 2 ser o mais novo deles, não será o último.” Segundo ele, entender de onde vêm os novos patógenos é essencial para prevenir futuros surtos com potencial epidêmico e pandêmico. Esse processo requer uma vasta gama de expertises, afirma.

O epidemiologista John Watson, do University College de Londres, o geneticista Yungui Yang, do Instituto de Genômica de Pequim, e o especialista em doenças infecciosas Inger Damon, do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA, são alguns dos colegas de Morel no grupo. O médico brasileiro participou do Projeto Viroma Global que buscava identificar patógenos que pudessem representar risco de novas epidemias. O projeto não foi adiante.

Esta notícia foi lida 53 vezes!

Autor redacao

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*


Popups Powered By : XYZScripts.com