(16) 3826-3000
(16) 9.9995-9011
Home / Economia / Bancos privados sobem juros do crédito imobiliário, antecipando novo aumento da Selic
BancoItau1

Bancos privados sobem juros do crédito imobiliário, antecipando novo aumento da Selic

Márcia De Chiara, O Estado de S.Paulo

Enquanto a Caixa já anunciou que vai reduzir esta semana os juros do financiamento imobiliário, mesmo com a Selic em alta, os outros grandes bancos seguem no sentido contrário e estão aumentando suas taxas em cerca de 1 ponto porcentual nas linhas de crédito tradicionais. É um movimento que se antecipa à reunião na próxima semana do Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central, que deve elevar a taxa básica de juros em pelo menos 1 ponto, levando a Selic para 6,25% ao ano.

Quem puxou a fila dos aumentos foi o banco Santander, que subiu, no último dia 4, o juro do crédito imobiliário de 7,99% ao ano, mais variação da Taxa Referencial (TR), para 8,99%, segundo a instituição. Na sequência veio o Bradesco, que desde a segunda-feira, 13, passou a ter taxas que variam entre 8,50% e 8,90% ao ano mais TR, dependendo do perfil do cliente. A partir desta  quarta-feira, 15, o Itaú Unibanco começa a cobrar 8,30% ao ano mais variação da TR nos financiamentos tradicionais, ante os juros de 7,30% ao ano vigentes anteriormente.

No crédito imobiliário com juros ligados à poupança, o Itaú reduziu a taxa de 3,45% para 2,99% ao ano e o Bradesco manteve o índice em 2,99% ao ano. Mas, neste caso, essa parcela é somada à variação da remuneração da poupança, que corresponde à 70% da Selic. E quando a taxa básica de juros aumenta, essa parcela acompanha.

Esta notícia foi lida 678 vezes!

Autor redacao

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*


Popups Powered By : XYZScripts.com