(16) 3826-3000
(16) 9.9995-9011
Home / Economia / Moeda única na América Latina ‘une’ Lula e Guedes, mas é vista com ceticismo por economistas
dinheiro3

Moeda única na América Latina ‘une’ Lula e Guedes, mas é vista com ceticismo por economistas

Adriana Fernandes e Luciana Dyniewicz, O Estado de S.Paulo

BRASÍLIA E SÃO PAULO – Defendida pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no último sábado, 30, e já proposta pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, a criação de uma moeda única na América Latina é vista com ceticismo por especialistas. Ainda que a adoção de uma política monetária unificada em diferentes países possa resultar em uma maior eficiência, aumentando o potencial de crescimento dos mercado envolvidos, colocar uma medida dessas seria muito difícil dadas as discrepâncias econômicas entre países como Brasil e Argentina.

Por outro lado, analistas admitem que o sistema financeiro está mudando, as criptomoedas ganharam força com as sanções implementadas contra a Rússia após a invasão da Ucrânia, e os mercados passaram a buscar alternativas para não depender do dólar.

A criação de união monetária na região voltou a ser tema de discussões após o ex-presidente Lula afirmar, no fim de semana, que o Brasil voltaria a restabelecer relação com a América Latina e que uma moeda única faria com que o País deixasse de depender do dólar. No mês passado, o candidato do PT ao governo do Estado de São Paulo, o ex-prefeito Fernando Haddad, e o economista Gabriel Galípolo (ex-presidente do banco Fator que tem colaborado com o partido) já haviam publicado um artigo no jornal Folha de S.Paulo em que defendiam a ideia, mas a adoção seria nos países da América do Sul – e não da América Latina.

Esta notícia foi lida 49 vezes!

Autor redacao

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*


Popups Powered By : XYZScripts.com