(16) 3826-3000
(16) 9.9995-9011
Home / Economia / Para impulsionar economia, China corta compulsório
Dolares

Para impulsionar economia, China corta compulsório

O banco central da China anunciou nesta quarta-feira, 1º, um corte na quantidade de dinheiro que todos os bancos devem reter como reservas, liberando cerca de 800 bilhões de yuans (US$ 114,91 bilhões) em fundos para dar suporte à economia em desaceleração.

O Banco do Povo da China (PBOC, na sigla em inglês) disse em seu site que reduzirá a alíquota de depósito compulsório em 50 pontos-base, a partir de 6 de janeiro. A medida reduziria o nível do depósito para grandes bancos para 12,5%.

O PBOC cortou o compulsório oito vezes desde o início de 2018 para liberar mais recursos para os bancos emprestarem, à medida que o crescimento econômico desacelera ao ritmo mais fraco em quase 30 anos.

Muitos investidores esperavam que Pequim anunciasse mais medidas de apoio em breve. Embora dados recentes tenham mostrado sinais de melhora e Pequim e Washington tenham concordado em amenizar sua longa guerra comercial, analistas não têm certeza se essas duas sinalizações vão se concretizar e, por isso, acreditam que o crescimento previsto pode diminuir ainda mais este ano.

Esta notícia foi lida 105 vezes!

Autor redacao

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*