(16) 3826-3000
(16) 9.9995-9011
Home / Economia / Produção de motos registra alta de 37,8% no primeiro trimestre
Motos1

Produção de motos registra alta de 37,8% no primeiro trimestre

A produção de motocicletas cresceu 37,8% no primeiro trimestre deste ano, na comparação com os três primeiros meses de 2021. O levantamento é da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas (Abraciclo), entidade que reúne os dez fabricantes de motos instalados no Polo Industrial de Manaus.

Ao todo, entre janeiro e março, 327.139 unidades foram fabricadas, antes eram 237.401 mil, no mesmo período do ano passado. Em outra comparação, em março foram fabricadas 136.350 motos, alta de 27,4%, em relação a fevereiro, e de 8,4%, na comparação com o mesmo mês de 2021.

“A tendência agora é manter o ritmo de produção e, com isso, atender aos consumidores que aguardam uma motocicleta nova”, avaliou o presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian.

Segundo o executivo, a demanda por motocicletas permanece aquecida e a Abraciclo mantém a perspectiva de fabricar 1,2 milhão de motos em 2022, volume que representa aumento de 7,9%, na comparação com o ano passado, quando foi produzido 1,1 milhão de unidades.

Fermanian destaca, no entanto, que a associação acompanha atentamente a conjuntura macroeconômica, que influencia desde o abastecimento e o desempenho das cadeias produtivas até a alta nas taxas de juros e do frete. “Essas variáveis podem afetar o poder de compra do consumidor e impactar a demanda por motocicletas”, ressaltou.

Vendas no varejo
Os emplacamentos de motocicletas no primeiro trimestre somaram 274.673 unidades, o que corresponde a uma alta de 33,7%, na comparação com o mesmo período do ano passado. Ao analisar o desempenho do mercado, o presidente da Abraciclo afirma que a tendência é que a demanda continue aquecida.

“A motocicleta é um veículo ágil, econômico, com preço acessível e de baixo custo de manutenção. A procura cresceu muito durante a pandemia, com o aumento dos serviços de entrega e o maior uso nos deslocamentos urbanos, para evitar a aglomeração do transporte público”, explicou.

Somente em março, foram licenciadas 110.040 motos, volume 46,8% maior que o registrado em fevereiro (74.972 unidades) e 76,7% superior ao mesmo mês de 2021.

Fonte:revistaoeste.com

Esta notícia foi lida 76 vezes!

Autor redacao

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*


Popups Powered By : XYZScripts.com