(16) 3826-3000
(16) 9.9995-9011
Home / Economia / Temor de 2ª onda de covid derruba mercados globais; no Brasil, Bolsa cai 3% e dólar vai a R$ 5,79
Dolar2

Temor de 2ª onda de covid derruba mercados globais; no Brasil, Bolsa cai 3% e dólar vai a R$ 5,79

Em um dia marcado pela instabilidade nos mercados internacionais, que acompanham a segunda onda de covid-19 na Europa e nos Estados Unidos, o dólar se mantém em alta, apesar da realização de um leilão pelo Banco Central, e a Bolsa brasileira tem forte queda. A moeda americana chegou a subir 1,9% de manhã, sendo cotado a R$ 5,79 – foi a primeira vez em cinco meses que o dólar ultrapassou R$ 5,75.

Logo depois das 10h, o Banco Central fez um leilão de moeda americana e a cotação desacelerou para o patamar de R$ 5,73. Às 14h03, o dólar à vista subia 0,86%%, a R$ 5,7316.

Bolsa de Valores de São Paulo, a B3, registrava alta de 3,45% e o Ibovespa, principal índice do mercado de ações brasileiro, estava nos 96.169,73 mil pontos. Esse é o menor patamar do índice desde o início do mês – no dia 8, ele bateu nos 95 mil pontos. No mesmo horário, nenhum nos 77 papéis que compõem o Ibovespa tinha alta.

Na terça-feira, 27, o dólar já havia registrado uma disparada, fechando o dia cotado R$ 5,68, após o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, criticar a obstrução de projetos de interesse econômico pela própria base aliada do governo. O episódio também causou queda no Ibovespa, que ficou abaixo dos 100 mil pontos.

Nesta quarta-feira, depois das 18h, o Copom anuncia sua decisão sobre a taxa básica de juros, a Selic, que está em seu nível mais baixo, em 2% ao ano. A expectativa geral é de manutenção desse patamar, o mercado aguarda mesmo é o comunicado do Copom, de olho em possível alteração do tom, diante da subida das expectativas inflacionárias, além da piora de percepção fiscal.

Esta notícia foi lida 69 vezes!

Autor redacao

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*


Popups Powered By : XYZScripts.com