(16) 3826-3000
(16) 9.9995-9011
Home / Esportes / Guedes diz que árabes querem comprar dois clubes de futebol do Brasil
O ministro da Economia, Paulo Guedes, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, debate a reforma da Previdência (PEC 6/19).
O ministro da Economia, Paulo Guedes, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, debate a reforma da Previdência (PEC 6/19).

Guedes diz que árabes querem comprar dois clubes de futebol do Brasil

Eduardo Rodrigues e Thaís Barcellos/BRASÍLIA, O Estado de S.Paulo

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quinta-feira, 18, que um grupo dos Emirados Árabes Unidos disse a autoridades brasileiras nesta semana que estaria “examinando” comprar dois clubes de futebol do Brasil. Guedes esteve na comitiva do presidente Jair Bolsonaro que também visitou o Catar e o Bahrein.

“Ao final da nossa visita, recebemos uma pista, uma insinuação, de quem vem mais US$ 10 bilhões de investimentos porque estamos modernizando o nosso parque. Vão investir em estradas, campos de petróleo e até em clubes de futebol”, afirmou Guedes, em discurso no evento de 29 anos da Secretaria de Política Econômica (SPE) da pasta.

O ministro citou de maneira equivocada o Manchester United, clube inglês que não pertence aos árabes, mas sim à família Glazer, de norte-americanos. Guedes provavelmente queria se referir à recente compra do Newcastle pelo príncipe Mohammed bin Salman, da Arábia Saudita. Após a aquisição do time inglês, circularam boatos de que o fundo saudita teria interesse em comprar o francês Olympique de Marselha, a italiana Internazionale (que atualmente está nas mãos de um grupo chinês) e ainda um time brasileiro.

“Eles compraram o Manchester United, levaram o Cristiano Ronaldo, e eu pensei: ‘Vem ser sócio do Flamengo’. E aí tinha outro lá do lado vascaíno que falou: ‘Não, vem para o Vasco’. Eu falei que (se for para o Vasco) vai perder dinheiro. E tinha outro palmeirense que falou para comprar o Palmeiras. Eles anunciaram que vão comprar dois times, estão examinando. Então eles vêm. Isso ontem e antes de ontem na viagem”, acrescentou Guedes.

Um passo importante foi dado este ano para que times de futebol brasileiros possam ser adquiridos por grupos econômicos brasileiros ou estrangeiros, com a aprovação pelo Congresso Nacional da lei que cria a figura da Sociedade Anônima do Futebol (SAF). O clube original deverá manter ações especiais com direito a veto sobre mudanças de símbolos do time, venda de imóveis e outras decisões.

Esta notícia foi lida 73 vezes!

Autor redacao

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*


Popups Powered By : XYZScripts.com