(16) 3826-3000
(16) 9.9995-9011
Home / Esportes / Sem Neymar e Coutinho, Seleção encara dúvidas nesta semana
Selecao

Sem Neymar e Coutinho, Seleção encara dúvidas nesta semana

Time não terá dois dos seus principais jogadores pela primeira vez desde que Tite assumiu o comando

Coutinho e Neymar vão desfalcar seleção nos próximos jogos Foto: Divulgação/CBF

O técnico Tite, da Seleção Brasileira, vive uma situação inédita nesta semana. Pela primeira vez desde a chegada ao cargo, há quatro anos, o treinador não terá nem Neymar nem Coutinho para uma partida em data oficial. Por isso, a partir desta segunda-feira (9) o elenco inicia em Teresópolis (RJ) a preparação para as Eliminatórias da Copa com a preocupação de se reinventar.

A situação poderia ser pior porque a tendência é Neymar ser desfalque apenas na partida da próxima sexta-feira (13), contra a Venezuela, no estádio do Morumbi. A CBF espera o retorno dele para o compromisso seguinte, contra o Uruguai, em Montevidéu, na terça-feira (10). O atacante do PSG está com um desconforto muscular na perna esquerda e tem passado por tratamento intensivo.

Coutinho não estará com a equipe. O meia do Barcelona sofreu uma lesão na coxa esquerda e acabou cortado da convocação. Para o lugar dele, Tite chamou Lucas Paquetá, do Lyon. Porém somente durante os treinos desta semana na Granja Comary será possível ter a certeza de quem será o substituto. A opção mais provável é Éverton Ribeiro.

Neymar e Coutinho têm espaço especial na equipe de Tite. Apenas uma vez sob o comando do técnico a Seleção Brasileira teve de ser escalada sem nenhum dos dois. E a ocasião foi excepcional. Em janeiro de 2017, a CBF organizou um amistoso beneficente no Rio diante da Colômbia para destinar recursos às vítimas da tragédia da Chapecoense. Só foram chamados jogadores que atuavam no futebol brasileiro.

Coutinho é o jogador que mais atuou na era Tite. Dos 50 jogos da Seleção sob o comando do treinador, o meia esteve presente em 46 As únicas ausências dele foram nesse amistoso com a Colômbia e mais três outras ocasiões. Em novembro de 2017, o jogador foi poupado de uma partida diante do Japão, em Lille, na França. Um ano depois, na Inglaterra, Coutinho estava machucado e não participou de jogos contra Uruguai e Camarões.

Neymar esteve em campo nessas partidas sem a presença de Coutinho, algo que não será possível na próxima sexta-feira. O fato de não ter condições de enfrentar a Venezuela levou Tite a abrir uma exceção e chamar 24 atletas. O flamenguista Pedro ficou com a vaga. Pelo menos o Brasil já tem uma experiência maior em como suprir a ausência do camisa 10.

O craque do Paris Saint-Germain desfalcou a Seleção Brasileira em 16 partidas da era Tite. A maior lacuna veio na disputa da Copa América, no ano passado. Neymar lesionou o tornozelo às véspera do início da competição. Quem ganhou espaço na campanha foi Everton. Novamente o ex-jogador do Grêmio é o favorito a ocupar a vaga de titular ao menos para o compromisso diante da Venezuela.

Durante esta semana a Seleção Brasileira vai se preparar na Granja Comary, onde fica até quinta-feira. Depois o elenco vem para São Paulo para enfrentar a Venezuela no Morumbi e permanecer na cidade até segunda-feira (16). Os treinos na capital paulista serão no CT do São Paulo, na Barra Funda. Na sequência, a equipe embarca para Montevidéu, onde enfrenta o Uruguai na terça-feira (17).

Esta notícia foi lida 52 vezes!

Autor redacao

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*


Popups Powered By : XYZScripts.com