(16) 3826-3000
(16) 9.9995-9011
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Home / Internacional / Nacionalistas acreditam que resultado de eleições na Inglaterra pode significar o fim do Reino Unido
Boris1

Nacionalistas acreditam que resultado de eleições na Inglaterra pode significar o fim do Reino Unido

Os resultados das eleições gerais britânicas foram considerados uma ampla vitória para os nacionalistas da Inglaterra, da Escócia e da Irlanda – e podem significar o fim do  Reino Unido.

O triunfante resultado do conservador Boris Johnson permitirá que ele tire o Reino Unido da União Europeia no próximo mês, mas poderá também levar ao desmantelamento do vínculo que une Inglaterra, Gales, Escócia e Irlanda do Norte por séculos.

Enquanto o Partido Conservador vencia a oposição na maior parte da Inglaterra com sua promessa de executar o Brexit, os nacionalistas escoceses conquistavam 48 das 59 cadeiras na Escócia.

Na Irlanda do Norte, simpatizantes da união entre as Irlandas conquistaram mais cadeiras do que aqueles que querem permanecer parte do Reino Unido pela primeira vez desde 1921, quando houve a divisão do norte britânido com a República da Irlanda, no sul.

Durante a campanha eleitoral, Johnson disse que estava comprometido com a unidade e negou as acusações de que seu acordo de Brexit poderia criar uma barreira econômica entre o território britânico e a Irlanda do Norte.

“A essa altura, parece que o governo conservador desta nação única recebeu um novo e poderoso mandato: executar o Brexit e, além disso, unir esse país e levá-lo adiante”, disse Johnson na madrugada desta sexta-feira após vencer em seu próprio distrito eleitoral, no oeste de Londres.

Brexit

Brexit

Mas oponentes têm afirmado que foi o apelo de Johnson ao nacionalismo inglês com sua promessa de  “executar finalmente o Brexit” às custas dos interesses da Escócia e da Irlanda do Norte que foi fundamental para seu sucesso.

Tanto os triunfantes líderes nacionalistas escoceses e irlandeses quanto seus adversários derrotados veem a vitória de Johnson como um caminho aberto para a desintegração do Reino Unido.

O líder do Partido Nacionalista Escocês (SNP) Nicola Sturgeon disse que o resultado claro por um segundo plebiscito sobre a independência da Escócia. Parceiros políticos da Inglaterra por mais de 300 anos, os escoceses votaram contra a separação do Reino Unido com um placar de 55% a 45% em 2014.

“Boris Johnson pode ter o mandato para tirar a Inglaterra da União Europeia. Mas ele definitivamente não tem um mandato para tirar a Escócia da União Europeia. A Escócia deve decidir sobre seu próprio futuro”, disse Sturgeon.

Esta notícia foi lida 55 vezes!

Autor redacao

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*