(16) 3826-3000
(16) 9.9995-9011
Home / Internacional / Nobel da Paz e ex-presidente da Costa Rica é acusado de assédio por ativista
CostaRica

Nobel da Paz e ex-presidente da Costa Rica é acusado de assédio por ativista

 

Redação, O Estado de S.Paulo

SAN JOSÉ – A psiquiatra e ativista pelo desarmamento nuclear, Alexandra Arce von Herold, acusou na segunda-feira, 4, o ex-presidente da Costa Rica e laureado com um Nobel da Paz, Óscar Arias, de abusar sexualmente dela há quatro anos. Na época, ele tinha 74 anos e ela, 30. 

Costa Rica
O ex-presidente da Costa Rica e Prêmio Nobel da Paz  Oscar Arias Foto: HÉLVIO ROMERO/ESTADÃO

Alexandra realizou uma queixa criminal com promotores federais na segunda e fez declaração sob a pena de perjúrio. Ela deu uma cópia da reclamação ao jornal New York Times, mostrando que ela se encontrou com os promotores por quase três horas. Ela não exige danos civis.

 

Arias ganhou o Nobel da Paz em 1987 por ter elaborado um plano para acabar com a guerra civil na América Central. Ele continua a ser uma das figuras mais poderosas da Costa Rica, onde foi chefe de Estado duas vezes e onde mantém uma fundação que promove a paz e a democracia.

A ativista se encontrava com frequência com o ex-presidente, um importante apoiador da causa desarmamentista. Ela disse que estava na casa de Óscar Arias em 2014 para discutir um importante evento em Viena quando ele chegou por trás dela, tocou em seus seios e colocou a mão por debaixo de sua saia, penetrando-a com os dedos.

Ela saiu, angustiada, e disse a um número de pessoas o que aconteceu, como colegas e seu irmão, Manuel Arce, que afirmou que nas semanas seguintes “foi como se ela tivesse estresse pós-traumático” e “não se sentia segura”, segundo o New York Times.

Nos últimos dias, o ex-presidente não respondeu às repetidas mensagens de texto, de voz e de e-mail sobre a alegação. Na segunda, por meio de porta-voz da sua fundação, ele pediu mais informações sobre o caso, mas não respondeu quando as recebeu.

Rodolfo Brenes, advogado dele, afirmou à imprensa local que Óscar Arias Sánchez não daria comentários.

Esta notícia foi lida 44 vezes!

Autor redacao

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*