(16) 3826-3000
(16) 9.9995-9011
Home / Internacional / Única medalhista olímpica do Irã cita ‘mentiras’ e ‘injustiças’ e abandona o país
Ira3

Única medalhista olímpica do Irã cita ‘mentiras’ e ‘injustiças’ e abandona o país

A única atleta feminina do Irã a conquistar uma medalha Olímpica, Kimia Alizadeh, de 21 anos, anunciou no fim de semana que estava desertando em razão da “hipocrisia, mentiras, injustiça e bajulação” e por estar, segundo ela, sendo usada como uma “marionete” pelo regime iraniano.

Alizadeh anunciou sua decisão em um post no Instagram acompanhado de uma foto nos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, em 2016, onde ela conquistou uma medalha de bronze no tae kwon do.

“Eles me levaram para onde quiseram”, disse ela. “O que quer que eles mandavam, eu usava. Cada sentença ordenada eu repetia.”

Seus comentários foram feitos em um momento de alta tensão no país após autoridades iranianas anunciarem no fim de semana que as forças do país derrubaram acidentalmente um avião de passageiros perto de Teerã, matando os 176 a bordo. A admissão de culpa gerou revolta e desencadeou uma série de protestos no país.

Irã e EUA estão envolvidos em uma nova etapa de conflito desde que um drone americano matou o general Qassim Suleimani, um poderoso comandante militar iraniano, em Bagdá. Teerã respondeu atacando com mísseis bases no Iraque que abrigavam tropas americanas.

Ainda que o comunicado de Alizadeh não tenha se referido diretamente ao momento de tensão geopolítica envolvendo o país, ela mencionou “o oprimido povo do Irã” e e as restritivas políticas públicas de conduta e aparência para as mulheres, especialmente a obrigatoriedade do véu.

“Meu espírito conturbado não se encaixa nos seus canais econômicos sujos e nos lobbies políticos”, escreveu ela. “Não tenho outro desejo, exceto tae kwon do, segurança e uma vida feliz e saudável.”

Alizadeh não disse em qual país estava procurando asilo. Mas a agência de notícias semioficial Isna do Irã informou que Alizadeh havia se mudado para a Holanda e observou que ela estava ausente do treinamento havia vários dias antes de divulgar sua declaração.

Esta notícia foi lida 50 vezes!

Autor redacao

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*