(16) 3826-3000
(16) 9.9995-9011
Home / Local / Orlândia passa a fase amarela e bares, restaurantes, academias entre outras atividades poderão abrir
RestauranteAlvorada2

Orlândia passa a fase amarela e bares, restaurantes, academias entre outras atividades poderão abrir

Orlândia,que pertence a região de Franca passa a fase amarela.

Assim várias atividades poderão voltar a funcionar.

Desde março diversas atividades estavam proibidas de abrir.

Prefeitura edita nova portaria. Veja:

O avanço beneficiará diversas atividades comerciais que estavam impossibilitadas ou com restrições de funcionamento.

Ficam autorizados, a partir de 11 de setembro de 2020, todos os estabelecimentos comerciais e prestadores de serviços (inclusos barbearias, salões de beleza e estética) o atendimento presencial ao público, devendo observar as seguintes regras e procedimentos:

– Limitar a capacidade de atendimento a 40% (quarenta por cento) da sua capacidade total;

– Limitar o horário de atendimento presencial ao público a 8 (oito) horas diárias seguidas, no período compreendido entre as 8:00 horas e 18:00 horas, de segunda-feira a sábado;

– Adotar os protocolos padrões e setoriais específicos;

– Adotar medidas especiais visando à proteção de idosos, gestantes e pessoas com doenças crônicas ou imunodeprimidas, à luz das recomendações do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado da Saúde;

– Impedir aglomerações de pessoas.

ACADEMIAS
Ocupação máxima limitada a 30% da capacidade do local. horário reduzido  de 8 horas/dia, agendamento prévio com hora marcada, permissão apenas de aulas e práticas individuais, mantendo-se as aulas e práticas em grupo suspensas.

BARES E RESTAURANTES
O consumo local em restaurantes, bares e similares, somente será permitido ao ar livre ou em áreas arejadas e até as 17:00 horas. Caso o Município de Orlândia permaneça na Fase Amarela por mais de 14 dias seguidos (até 25 de setembro), passará a ser permitido este consumo local em restaurantes, bares e similares até as 22:00 horas.

PROTOCOLOS GERAIS E SETORIAIS
Os protocolos gerais e por setores de atividades, com todas as especificações e restrições de operacionalização e higienização, estão disponíveis no site www.orlandia.sp.gov.br

As regiões de Ribeirão Preto (SP) e Franca (SP) estão na fase amarela do Plano São Paulo. O anúncio oficial foi feito pelo governo paulista na tarde desta sexta-feira (11) durante coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes. A classificação passa a valer no sábado (12) e tem duração de quatro semanas.

É a primeira vez que o Departamento Regional de Saúde 8, com sede em Franca, chega a essa etapa do Plano São Paulo. Com isso, a região pode abrir bares, restaurantes, salões de beleza e academias, com restrições e seguindo as determinações sanitárias. Lojas e shoppings podem funcionar por oito horas diárias e a capacidade de clientes passa de 20% a 40%

Já os municípios do Departamento Regional de Saúde 13, de Ribeirão Preto, voltam à zona amarela após uma semana na laranja. O rebaixamento, que se deu por conta da evolução dos óbitos entre 21 de agosto e 4 de setembro, foi contestado pelo prefeito do município, Duarte Nogueira (PSDB), que enviou ofícios pedindo um novo cálculo ao estado.

Ribeirão Preto e ao menos outras 15 cidades do DRS não seguiram o governo paulista e permaneceram com decretos da fase amarela, segundo levantamento do G1. O caso também foi parar na Justiça, que chegou a dar parecer negativo ao mandado de segurança solicitado pela Prefeitura de Ribeirão.

Segundo o governo paulista, não há outras mudanças no mapa de retomada das atividades durante a pandemia de Covid-19 e todas as 17 regiões estão na fase amarela pela primeira vez desde o início do Plano São Paulo. Uma nova atualização, que agora passa a ser mensal, está prevista para 9 de outubro.

Restaurantes em Franca podem voltar a receber clientes — Foto: Jefferson Severiano Neves/EPTV

Restaurantes em Franca podem voltar a receber clientes — Foto: Jefferson Severiano Neves/EPTV

Indicadores

Segundo o secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, houve uma redução de 31% nos óbitos na região de Ribeirão Preto em uma semana.

A média móvel de mortes por Covid-19, índice que rebaixou o DRS para a fase laranja, passou de 1,48 para 0,69. No entanto, a região ainda permanece com 10,1 mortes para cada 100 mil habitantes.

Vinholi também afirmou que houve queda de 32% no número de casos e 19% nas novas internações.

Na atualização desta sexta-feira, a taxa de ocupação em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) é de 66,2%. São 22,3 vagas para cada 100 mil moradores. No dia 4 de setembro, o índice estava em 69,9%.

Ribeirão Preto e Franca estão na fase amarela do Plano São Paulo

Ribeirão Preto e Franca estão na fase amarela do Plano São Paulo

Nos municípios da região de Franca, de acordo com Vinholi, a oferta de leitos melhorou desde o início da pandemia, passando de 4,32 leitos por 100 mil habitantes para 15,6. Em uma semana, a taxa de ocupação de leitos caiu de 75,7% para 60,2%.

Houve também, de acordo com estado, redução de 26% nas novas internações e de 29% no número de casos.

Na região de Barretos, a taxa de ocupação na UTI também melhorou. São 64,8% das vagas ocupadas contra 67,7 na semana passada. O Departamento Regional de Saúde 5 oferece 20,9 leitos para cada 100 mil habitantes.

Indicadores da 13ª atualização do Plano São Paulo — Foto: Divulgação / Governo do Estado de São Paulo

Indicadores da 13ª atualização do Plano São Paulo — Foto: Divulgação / Governo do Estado de São Paulo

Plano São Paulo

Em vigor desde o dia 1º de junho, o plano criado pelo governo do estado de São Paulo prevê uma “retomada consciente” das atividades em cinco etapas de flexibilização gradual.

Cada uma das 17 diretorias regionais de saúde é classificada em fases de acordo com os critérios definidos pela Secretaria de Estado Saúde e pelo Comitê de Contingência para Coronavírus.

O mapa elaborado pela equipe estabelece as diretrizes a serem cumpridas pelos municípios nas próximas duas semanas com base em ocupação de leitos de UTI (peso 4 na avaliação), taxa de ocupação de leitos para cada 100 mil habitantes (peso 1 na avaliação), variação de casos (peso 1 na avaliação), variação de internações (peso 3 na avaliação) e variação de óbitos (peso 1 na avaliação).

  • Fase 1, vermelha: alerta máximo, funcionamento permitido somente aos serviços essenciais
  • Fase 2, laranja: controle, possibilidade de aberturas com restrições
  • Fase 3, amarela: abertura de um número maior de setores
  • Fase 4, verde: abertura de um número maior de setores em relação à fase 3
  • Fase 5, azul: “Normal controlado” – todos os setores em funcionamento, mas mantendo medidas de distanciamento e higiene

Reabertura de setores da economia

Fase vermelha: Permitido o funcionamento apenas de serviços essenciais.

Fase laranja: Também podem reabrir imobiliárias, concessionárias, escritórios, comércio e shoppings podem reabrir, mas com restrições.

Fase Amarela: Também podem reabrir salões de beleza, bares, restaurantes, academias, parques e atividades culturais com público sentado podem funcionar, mas com restrições.

Fase verde: Também podem reabrir eventos, convenções e atividades culturais com público em pé poderão voltar a acontecer quando houver uma estabilidade de quatro semanas do estado de São Paulo na fase verde (4), também com restrições.

População usa máscara no Centro de Ribeirão Preto, SP — Foto: Reprodução/EPTV

População usa máscara no Centro de Ribeirão Preto, SP — Foto: Reprodução/EPTV

Departamentos Regionais de Saúde

Ribeirão Preto (DRS 13)

  • Altinópolis
  • Barrinha
  • Batatais
  • Brodowski
  • Cajuru
  • Cássia dos Coqueiros
  • Cravinhos
  • Dumont
  • Guariba
  • Guatapará
  • Jaboticabal
  • Jardinópolis
  • Luis Antônio
  • Monte Alto
  • Pitangueiras
  • Pontal
  • Pradópolis
  • Ribeirão Preto
  • Santa Cruz da Esperança
  • Santa Rosa de Viterbo
  • Santo Antônio da Alegria
  • São Simão
  • Serra Azul
  • Serrana
  • Sertãozinho

Franca (DRS 8)

  • Aramina
  • Buritizal
  • Cristais Paulista
  • Franca
  • Guará
  • Igarapava
  • Ipuã
  • Itirapuã
  • Ituverava
  • Jeriquara
  • Miguelópolis
  • Morro Agudo
  • Nuporanga
  • Orlândia
  • Patrocínio Paulista
  • Pedregulho
  • Restinga
  • Ribeirão Corrente
  • Rifaina
  • Sales Oliveira
  • São Joaquim da Barra
  • São José da Bela Vista

Barretos (DRS 5)

  • Barretos
  • Bebedouro
  • Colina
  • Colômbia
  • Guaíra
  • Jaborandi
  • Monte Azul Paulista
  • Taiaçu
  • Taiúva
  • Taquaral
  • Terra Roxa
  • Viradouro
  • Vista Alegre do Alto

Esta notícia foi lida 114 vezes!

Autor redacao

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*


Popups Powered By : XYZScripts.com