(16) 3826-3000
(16) 9.9995-9011
Home / Local / Vereador requer informações sobre dengue em Ituverava
Dengue4

Vereador requer informações sobre dengue em Ituverava


O vereador Rafael Gabiru

Em sessão da Câmara Municipal, realizada terça-feira, 19 de fevereiro, o vereador Rafael Gabiru apresentou indicação sugerindo à prefeita Adriana Quireza Lima Jacob Machado, e ao setor competente, que se promova um grande “Mutirão de Limpeza” no município, com forma de combate à dengue, para a retirada de lixo e descartes, para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti.
Na sessão da Câmara realizada dia 8 de fevereiro, Gabiru já havia apresentado um requerimento solicitando esclarecimentos sobre o cronograma das ações da Vigilância Epidemiológica Municipal, no combate ao mosquito Aedes aegypti, e as providências que estão sendo tomadas para o controle efeito de possíveis criadouros no município.
Em sua justificativa, o parlamentar afirmou que devido ao alto índice de infestação no município a limpeza a cidade é imprescindível. “Na verdade, a cidade está precisando de limpeza geral. Nos locais em que forem encontradaslarvas e lixo, os proprietários de casas e terrenos devem ser notificados e autuados, pois é preciso agir com firmeza, porque a dengue é uma doença séria e que pode levar à morte”, alerta.
“A falta de limpeza em terrenos baldios tem provocado transtornos à população, pois a falta de manutenção, possibilita a proliferação do mosquito Aedes aegypti, além de ratos, escorpiões, entre outros insetos peçonhentos. Diversos pontos da cidade também necessitam de limpeza, inclusive praças a públicas, e também devem ser feitas podas de árvores e terrenos baldios devem ser roçados”, observa Rafael Gabiru.

Criadouros
Segundo ele, terrenos abandonados podem servir como criadouros do mosquito Aedes aegypti. “Por isso, a limpeza se faz necessária para evitar a proliferação do inseto transmissor de doenças como dengue, zika, Chikungunya e febre amarela, destaca.
Gabiru ainda fez um apelo. “Também é importante a colaboração dos moradores, para que evitem o descarte de lixo em terrenos baldios. Também é fundamental que os proprietários desses imóveis, façam a manutenção necessária”, completa o vereador.

Sugestão

“Na reunião da Câmara também sugeri à administração que caso não haja recursos para investimentos, é preciso se haja como uma família, pois quando não há recursos para fechar as contas no final do mês, o que faz? Corta-se as despesas e racionaliza-se os gastos”, afirma
“Outros exemplos que deveriam ser seguidos são do governador João Doria e do presidente Jair Bolsonaro que cortaram drasticamente o número de secretários, ministros e contratações. Se o número de secretários diminuir, será possível fazer uma grande economia que possibilitaria voltar a investir em áreas importantes, como o combate à dengue, recapeamento asfáltico e operação tapa-buraco, que também são problemas críticos na cidade”, finaliza Rafael Gabiru.

Esta notícia foi lida 145 vezes!

Autor redacao

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*