(16) 3826-3000
(16) 9.9995-9011
Home / Política / Gabinete do ódio’ em SP chama para atos pró-Bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas durante entrevista à imprensa
O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas durante entrevista à imprensa

Gabinete do ódio’ em SP chama para atos pró-Bolsonaro

Políticos estão por trás de movimentos que organizam uma manifestação contra o Congresso e em defesa do presidente Jair Bolsonaro. Em alguns casos, usam a estrutura dos seus gabinetes para divulgar o ato e atacar opositores. Um dos principais organizadores da manifestação, o grupo Movimento Conservador, funciona dentro do gabinete do deputado estadual Douglas Garcia (PSL) na Assembleia Legislativa de São Paulo, no que está sendo chamado de versão paulista do “gabinete do ódio” da Presidência da República.

O presidente do movimento é Edson Salomão, chefe de gabinete de Garcia. Assim como o parlamentar, ele é ligado ao deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). Segundo denúncia feita à Justiça de São Paulo pelo deputado federal Junior Bozzella (PSL-SP), que rompeu com a família Bolsonaro, a atuação do escritório de Garcia é similar ao do gabinete que funciona no terceiro andar do Palácio do Planalto e abriga os assessores responsáveis pelas redes sociais de Bolsonaro, o “gabinete do ódio” original. Preocupados com a atuação do grupo, deputados estaduais já trabalham para instaurar na Assembleia, na semana que vem, uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) sobre fake news.

Esta notícia foi lida 55 vezes!

Autor redacao

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*